quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Mendigando

Como mendiga na rua
esperava-o ela, sentada
sobre o muro despido
de cor.

Chapéu na cabeça,
lenço ao pescoço.
E no olhar
a tristeza
de quem espera um
amor
impossível.

Lisboa, 19 de Julho de 2011 - 23h00m

Sem comentários:

Enviar um comentário