sábado, 24 de setembro de 2011

Recordações

O cão de pêlo dourado corria pelo jardim da casa com a língua de fora, arfando como se sorrisse. Brincava com o homem que, de camisa azul e preta aos quadrados, regredia aos tempos de uma infância feliz, onde cães e crianças brincavam como iguais, rebolando na terra.

Sem comentários:

Enviar um comentário