quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Meras raparigas

As raparigas dançavam em torno da fogueira. Com as suas vestes leves, de tecidos claros, eram como pétalas sopradas pelo vento. Os cabelos, loiros, ruivos, pretos e castanhos, esvoaçavam como pedaços de fino e belo papel, encantados pela luz da lua que, majestosa, apreciava as danças em torno da fogueira. Dançavam de olhos fechados, as raparigas, de mãos dadas. Naquele tempo, uns chamavam-nas de bruxas. Outros, de demónios vivos. Contudo, não passavam de meras raparigas a adorar a Terra que as recebera maternalmente nos seus braços.

Sem comentários:

Enviar um comentário