sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Da função de um escritor

"Escrever e intervir na sociedade", eis a definição de José Saramago para a função do escritor.

Em verdade, sei fazer muito pouco além disso. Escrever é o que eu sou, o que dá sentido a todos os milissegundos de ar que respiro. Se o não fizesse, seria um homem morto em vida, um não-humano. Intervir na sociedade, o dever do cidadão em mim, aquele que observa, pensa, questiona. E escritor e cidadão não podem viver além da simbiose que os une. Juntos, constroem o ser humano ousado que, ingenuamente, pensa que é possível mudar o mundo com uma caneta e um papel.

Lisboa, 7 de Setembro de 2012 - 13h11m

Sem comentários:

Enviar um comentário