domingo, 7 de julho de 2013

Aqui o mar traz-me os teus braços

Aqui o
mar
traz-me os teus
braços.
Nas vagas
o teu rosto
branco
a macia
espuma que te
anuncia.

O vento
canta
tua forma
pele
o decalque do
teu corpo limpo
e ávido na
areia.

Quando ao
mar de ti
for beber-te a
frescura
não temas.
Quero tornar-me
líquido e
puro.
Como tu.

Matosinhos, 14 de Junho de 2013 - 13h04

1 comentário:

  1. poesia como eu gosto - cpfeio -

    http://carlosperesfeio.blogspot.pt/

    ResponderEliminar