domingo, 21 de julho de 2013

Bambu

Olha o
bambu que se
baloiça com o
vento.
Ele dobra.
Ele dança.
Quebrar
não lhe define
a condição.

Lisboa, 20 de Junho de 2013 - 13h48m

1 comentário:

  1. quando é simples e é poesia, faz bem à alma! abraço Carlos peres feio -

    ResponderEliminar